sexta-feira, 11 de junho de 2010

Energia Hidraulica



Quando chove nas colinas e montanhas a água concentra-se em rios correntes que se deslocam para o mar. O movimento ou a queda da água contém energia cinética que pode ser aproveitada como fonte de energia.
Durante centenas de anos o movimento da água foi usado nos moinhos. A passagem da água fazia mover lemes de madeira que estão ligados a uma mó ( pedra granítica redonda muito pesada). Esta, roda e mói o milho transformando-o em farinha. Actualmente a corrente da água é usada para produzir energia elétrica. Hidra significa água. Energia hidroelétrica é a eletricidade produzida através do movimento da água. A energia hidroelétrica usa a energia cinética da água para produzir eletricidade. Normalmente constroem-se diques que param o curso da água acumulando-a num reservatório a que se chama barragem. Noutros casos, existem diques que não param o curso natural da água, mas obriga-a a passar pela turbina de forma a produzir eletricidade. Quando se abrem as comportas da barragem, a água presa passa pelas lâminas da turbina fazendo-a girar, usando a força motriz da água. A partir do movimento de rotação da turbina o processo repete-se, ou seja, o gerador ligado à turbina transforma a energia mecânica em eletricidade. Isto é o que acontece na maior parte das barragens.

A importância da energia hidráulica

A energia hidráulica, também chamada de energia hídrica, é o resultado da aplicação da força da água existente nos rios, lagos e até nos mares. Lembremo-nos das tradicionais azenhas e dos moinhos de marés, para verificarmos como é antigo o aproveitamento da energia hidráulica por estes engenhos das águas correntes dos riachos e rios bem como do refluxo das marés.
O princípio que está na base destes meios geradores de energia, é basicamente o mesmo que se utiliza nas barragens - a transformação da energia hidráulica em energia mecânica, através da utilização da força produzida por um eixo que faz accionar a simples mó da azenha ou as turbinas da central eléctrica de uma barragem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário